Minhas ferramentas de trabalho – Parte 1

victorinox-presentation-master-1339183474469_1920x1080

victorinox-presentation-master-1339183474469_1920x1080

Cada desenvolvedor possui aquelas ferramentas que mais amam, alguns devido a recomendação de outros profissionais, já outras por afinidade. Nesse post vou listar algumas das ferramentas que utilizo no meu dia a dia.

1 – Sistema Operacional

Sem sombra de dúvidas eu uso linux tanto no trabalho como no dia a dia. Ultimamente tenho usado fortemente o ubuntu, porem gosto muito do debian, ambos sistemas operacionais são muito bons: estabilidade, leveza, facilidade no gerenciamento de pacotes, dentre outros mil motivos. Minhas experiencias com windows nao são das melhores, pior ainda com o windows 8, que neste ultimo tive dificuldades até para desligar, onde tive que pesquisar na web como realizar o procedimento, não sei se nesse caso o erro foi meu, por não conhecer o sistema ou da microsoft por dificultar as coisas  “fico com a ultima” :D.

2 – IDEs

Quando inicie, utilizei por muito tempo o netbeans, que por sinal é uma excelente IDE, tempos depois comecei a trabalhar com java e como consequência também adotei o eclipse, outra IDE muito boa. Já para python sempre utilizei o eclipse com pydev, que é sensacional, no entanto nem toda maquina supre as necessidades de hardware para manter muitos softwares pesados aberto, foi nesse meio termo que resolvi buscar algo mais leve que suprisse pelo menos minha necessidade para trabalhar com python, foi ai que conheci o sublime text, no início não fui muito com a cara dele, me pareceu algo amador, entretanto ao conhecer o poder dele fiquei surpreso, logo instalei alguns plugins e modifiquei algumas configurações e tudo passou a ficar lindo, fiquei maravilhado e agora faz parte do meu canivete suíço, hoje em dia tenho apenas o eclipse e sublime text como editores.

3 – Terminal

Muitos acham programadores loucos por preferir mais a linha de comando do que interface gráfica, conheço alguns que até gravar cd/dvd pela linha de comando, não sou desses, mas terminal hoje é um componente obrigatório na minha vida profissional.

4 – Git

Trabalhei um bom tempo sem utilizar nenhum controle de versão, comecei a ver vários programadores mais experientes falandoe resolvi então pesquisar sobre o assunto, meu primeiro contato não foi dos melhores, tive bastante dificuldade, até porque nunca tinha utilizado nenhum software para controle de versão. Porém logo depois que acostumei, fiquei maravilhado com o poder do danado. Já hoje em dia, não digito nenhuma linha de código sem ele e até fico doente ao trabalhar em um projeto que não esteja versionado.

Nos próximos post falarei sobre mais ferramentas e dedicarei um, exclusivamente para falar sobre navegador.